FANDOM


A Missão Virtuosa foi uma operação da CIA em agosto de 1964 que envolveu uma infiltração profunda na União Soviética. Um agente da FOX de codinome Naked Snake foi inserido através do primeiro salto HALO do mundo para resgatar um desertor soviético, o cientista armamentista Nikolai Stepanovich Sokolov. Embora Snake tenha tido sucesso em localizar e resgatar Sokolov dos guardas da KGB, na sequência ele foi atacado e gravemente ferido por uma agente americana desertora. Sokolov foi recapturado e o oficial da GRU (Forças Especiais Soviéticas) Volgin não só tomou para si o projeto do cientista, como também lançou uma arma nuclear americana Davy Crockett contra cidadãos russos, criando um incidente internacional.

A catástrofe da Missão Virtuosa foi tão extrema que a CIA considerou executar tanto Snake quanto seu oficial comandante, o Major Zero. Eles foram salvos apenas pela necessidade de reinserir Snake uma semana depois na Operação Snake Eater.

Prelúdio

Em 1962, um cientista soviético chamado Nikolai Stepanovich Sokolov desejava desertar para a América. Sokolov era um dos mais famosos desenvolvedores de armas da União Soviética e liderava o Projeto OKB-754. Sokolov solicitou que sua família também desertasse para a América. O homem no comando da operação era David Oh, um membro da CIA de origem britânica. A CIA teve sucesso em levar toda a família Sokolov para o outro lado do Muro de Berlim, mas o próprio cientista ficou exausto depois de uma viagem de mais de 800 km durante duas semanas e teve que ser internado em um hospital para se recuperar.


Porém, em 16 de outubro de 1962, o Presidente John F. Kennedy recebeu a notícia de que os soviéticos estavam no processo de descarregar mísseis balísticos de alcance intermediário em Cuba. O Presidente exigiu que os soviéticos desarmassem e retirassem os mísseis imediatamente. Ao mesmo tempo, ele anunciou um bloqueio naval para impedir que outros carregamentos de mísseis chegassem a Cuba. Mas os soviéticos não recuaram e colocaram suas forças armadas em alerta secundário. Navios soviéticos carregando mísseis continuaram a caminho de Cuba. Forças soviéticas e americanas entraram em alerta para uma guerra nuclear completa. Francas negociações foram conduzidas pelo Conselho de Segurança de Emergência da ONU através de canais não-oficiais para encerrar o impasse. Finalmente, em 28 de outubro, a União Soviética concordou em retirar os mísseis de Cuba. E assim o mundo evitou um holocausto nuclear. Esse incidente ficou conhecido como a Crise dos Mísseis de Cuba.

Mas para conseguir fazer os soviéticos removerem seus mísseis, os EUA tiveram que fazer um acordo. A maioria dos registros oficiais diz que os EUA aceitaram remover mísseis da Turquia para que os soviéticos retirassem os seus de Cuba. Porém, os mísseis deixados na Turquia estavam obsoletos e a CIA já planejava se livrar deles, que não tinham valor estratégico para nenhum dos lados. O acordo na Turquia foi uma isca – uma história para acobertar e alimentar as outras agências de inteligência ao redor do mundo. O que os soviéticos realmente pediram foi o retorno de Sokolov.

Sokolov foi devolvido aos soviéticos e imediatamente levado de volta ao Projeto OKB-754 para ser forçado a finalizar uma arma que ele criou, incluindo uma série de testes marcada para Semipalatinsk em fevereiro de 1964. Porém, um informante na União Soviética descobriu detalhes sobre a arma, incluindo o fato de que ela estava perto de ser completada. A CIA ficou convencida de que a nova arma poderia mudar drasticamente o equilíbrio de poder e ordenou que Naked Snake, um agente da recém-formada Unidade FOX, fosse enviado para Tselinoyarsk para resgatar Sokolov. Sem que os outros envolvidos na missão soubessem, o Major Zero enviou também membros da sua unidade de suporte, a XOF. Eles foram deixados em Tselinoyarsk antes da chegada de Snake para garantir apoio tático e informações sobre a região, mas foram mantidos em segredo para que Zero pudesse manter a existência da unidade em sigilo. Foram eles que descobriram a exata localização de Sokolov, mas receberam ordens de não interferir na missão de Snake e apenas observar à distância.

Durante o voo até Tselinoyarsk, Snake tentou apagar um charuto que estava fumando na hora em que deveria colocar uma máscara de oxigênio. Seguindo as ordens do Major Zero, Snake consegue guardar o charuto e vestir a máscara no último instante antes da despressurização da cabine. Na fronteira com o Paquistão, Snake se lançou de um avião MC-130E e realizou o primeiro salto HALO do mundo (Grande Altitude, Abertura Baixa). Snake se infiltrou com sucesso em Tselinoyarsk depois de um salto a 200 km/h em uma temperatura de -46º Celsius.

Close Quarter Combat

Snake recebe suporte pelo rádio de seu oficial comandante Major Zero (que muda seu codinome nessa missão para Major Tom) e a médica da FOX de codinome Para-Medic. Porém, mais uma pessoa faz parte da equipe de suporte de Snake: The Boss, uma antiga mentora que abandonou Snake há cinco anos sem dar nenhuma explicação. Feliz por ouvir a voz dela novamente, Snake continua sua missão. Sem que ninguém saiba a não ser Zero, um pequeno grupo da unidade de apoio da FOX, a XOF, já estava em terra para garantir informações para Snake que seriam passadas através do Major.


Snake se familiariza com a área e encontra a ponte de corda que leva até Rassvet, onde está Sokolov. Porém, um guarda está cuidando da ponte, o que dificulta a travessia sem detecção. Snake percebe uma colmeia de abelhas bem acima da cabeça do soldado e decide atirar nela para causar uma distração. Depois de cruzar a ponte, Snake passa por agentes da KGB até chegar a um prédio e entrar no local pela porta dos fundos. Lá dentro, Snake encontra Sokolov queimando documentos relativos à nova arma e avisa que está ali para resgatá-lo. Sokolov avisa Snake que uma facção militar anti-Khrushchev planeja destituir o Premier Soviético e um de seus membros, um coronel da GRU chamado Yevgeny Borisovitch Volgin, está planejando sequestrar Sokolov e sua arma. Volgin quer retirar Khrushchev do poder e colocar Leonid Brezhnev e Aleksei Kosygin em seu lugar, usando a arma de Sokolov como trunfo.

Quando Snake e Sokolov começam a se dirigir para o ponto de extração, eles são cercados por agentes da KGB e mantidos sob a mira das armas. Os agentes então são mortos por um major da GRU chamado Ocelot, que confunde Snake com The Boss. Ao perceber seu erro, Ocelot convoca sua unidade para cercar os fugitivos. Ocelot tenta matar Snake com uma técnica que envolve ejetar a primeira bala da arma com a mão, mas a pistola trava no último momento. Snake aproveita a oportunidade e usa sua técnica de CQC para derrotar a unidade de Ocelot e escapar com Sokolov.

Shagohod
Quando eles chegam a uma ponte de corda, Sokolov aponta para o alto de uma montanha onde sua arma está sendo testada. Trata-se do Shagohod, um enorme tanque capaz de lançar mísseis nucleares através de longas distâncias. Sokolov explica que quando estiver completo o Shagohod vai acabar com a Guerra Fria e iniciar uma nova Guerra Mundial. Ele diz que o governo soviético o forçou a trabalhar na arma sob a ameaça de morte e que o projeto será descontinuado quando ele desertar.

Na travessia da ponte eles são recebidos por The Boss e descobrem que ela desertou para a União Soviética. Sokolov é capturado pela Unidade Cobra e The Boss explica que o cientista será um presente para seu novo país ao lado de dois Davy Crocketts (mísseis nucleares em miniatura). O Coronel Volgin também surge no local. Volgin orden que The Boss mate Snake depois que ele se recusa a se unir a eles. Ela quebra o braço de Snake e joga o agente da ponte (mas sabe secretamente que ele sobreviveria a essa queda).

Snake sobrevive e cuida de seus ferimentos com o auxílio de Para-Medic. Ele vê The Boss em um esquadrão de cinco helicópteros que levam o Shagohod para longe do local. As tropas de Volgin também sequestram uma oficial da KGB chamada Tatyana. Depois de Ocelot diz que a mulher pode ser uma amante de Sokolov, Volgin diz que ela tem uma “boa pegada” e descobre um batom venenoso com a mulher. Volgin decide que o complexo não serve para mais nenhum propósito e quer testar um dos mísseis Davy Crockett. Ocelot tenta impedi-lo por ficar horrorizado com a intenção de Volgin de matar compatriotas, mesmo que eles estejam em uma facção rival. Volgin diz que as agências de inteligência acharão que foi The Boss que puxou o gatilho e dispara o míssil. O complexo OKB-754 é destruído com a explosão, que Snake testemunha enquanto se prepara para ser resgatado através do Sistema Fulton.

Pós-Missão

O disparo da arma nuclear leva Khrushchev a acreditar que os EUA foram responsáveis, já que o avião que lançou Snake foi detectado por radares no espaço aéreo soviético. Como resultado da controvérsia internacional que se seguiu, Naked Snake foi preso por militares por conta de um possível envolvimento na deserção de The Boss. Ele é levado para se recuperar dos ferimentos e passa por um interrogatório pesado enquanto aguarda uma possível execução. Membros importantes da CIA são mantidos em prisão domiciliar por medo de outras deserções. Por fim, depois de Nikita Khrushchev fazer uma breve ligação para Lyndon B. Johnson para exigir provas da inocência dos americanos, Snake e a FOX são enviados novamente para Tselinoyarsk para a Operação Snake Eater.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória