FANDOM


Incidente do Petroleiro

O Incidente do Petroleiro de Manhattan, mais conhecido apenas como Incidente do Petroleiro, foi a tomada armada e o subsequente naufrágio do petroleiro USS Discovery em 8 de agosto de 2007. O evento foi orquestrado pelos Patriotas para recuperar o Metal Gear RAY, uma arma protótipo dos fuzileiros navais americanos, além de acusar o renomado soldado Solid Snake como o terrorista responsável.

Infiltração Inicial

Por volta da metade de 2007, uma ONG anti-Metal Gear chamada Philantropy recebe informações de que um novo tipo da arma, codinome RAY, será transportada pela baía de Nova York à bordo de um petroleiro disfarçado, o USS Discovery. A informação foi repassada por Emma Emmerich, a irmã adotiva de Hal Emmerich, agora membro da Philantropy. O novo Metal Gear foi desenvolvido pelos fuzileiros navais e foi concebido como uma unidade anfíbia anti-Metal Gear.

Durante a passagem do petroleiro pelo Rio Hudson, Solid Snake usa camuflagem stealth para entrar no Discovery através de um salto de bungee jump da ponte George Washington. A camuflagem stealth é danificada com o impacto do salto, o que força Snake a se esconder no convés do navio. O objetivo de Snake é fotografar o novo Metal Gear para provar sua existência e permitir que a Philantropy exponha o projeto ao público.

Soldados Russos de Kasatka

Depois de revisar seu equipamento, Snake inicia a missão, apesar de ter um mau pressentimento sobre o que está para acontecer. Otacon diz que o ponto de encontro para sair do navio é a Ponte Verrazano. Porém, antes que possa ir longe na missão, Snake testemunha a tomada do petroleiro por mercenários russos liderados por um homem misterioso. Pegando os fuzileiros completamente de surpresa, os mercenários silenciosamente matam toda a tripulação no convés do navio. Snake fotografa o líder dos invasores e envia a imagem para Otacon fazer a identificação. Determinado, Snake segue para a ponte de controle para descobrir para onde o navio está indo.

Olga Gurlukovich

Evitando os mercenários, Snake chega à ponte de controle e descobre o destino do navio: 35º longitude e 58º latitude. Otacon percebe que se trata de um ponto 500 milhas depois do Triângulo das Bermudas, o que pode indicar que RAY segue para testes e já pode estar perto de poder entrar em combate. Como a área do teste fica muito longe do raio de operações da Segunda Frota dos Estados Unidos, Otacon também conclui que o projeto é de iniciativa independente dos Fuzileiros Navais e que não conta com apoio da Marinha. Antes de Snake seguir para o porão do navio para encontrar RAY, ele ouve um barulho e vai investigar. No local, Snake encontra Olga Gurlukovich, filha do líder dos soldados invasores, que apesar de estar grávida se recusa a abandonar o petroleiro. Depois de uma intensa batalha na ponte de controle, ele consegue neutralizá-la com tranquilizantes. Logo depois, um drone do exército americano pega Snake de surpresa e tira uma fotografia dele. Metal Gear?

Otacon então informa que identificou o líder dos mercenários: Sergei Gurlukovich. Otacon também conta que soube da existência do Metal Gear RAY ao receber uma dica de sua irmã adotiva Emma Emmerich. Snake segue seu caminho em direção ao porão e enfrenta um tiroteio com soldados de Gurlukovich no caminho. Quando Snake chega ao porão onde o comandante dos fuzileiros Scott Dolph está discursando para seus soldados, Otacon informa que alguém está monitorando a transmissão entre eles. Preocupado com isso, Otacon arranja outra forma de Snake transmitir as fotos do RAY: um computador próximo do local onde o Metal Gear está.

Revolver Ocelot

Logo depois, Snake tira as fotos do RAY e as transmite sem problemas. Quando o comandante dos Fuzileiros termina seu discurso (e os fuzileiros ouvem tudo sem saber da tomada do navio), para surpresa de Snake, Revolver Ocelot aparece e revela estar trabalhando com Sergei Gurlukovich, que aponta uma arma para Scott Dolph. Sergei explica que seu plano é levar o RAY para a Rússia, que assim retomaria sua antiga glória. Mas Ocelot revela que tem planos diferentes para RAY e Sergei comenta que ele ainda segue ordens de Solidus Snake. Mas Ocelot diz que sua verdadeira fidelidade está com os “Patriotas”. Dolph, ao ouvir isso, fica chocado ao saber que os Patriotas estão envolvidos com o projeto RAY (mas se refere a eles como os La-Li-Lu-Le-Lo). Com Snake observando tudo, Ocelot completa sua traição ao atirar em Sergei, em Dolph e em quatro soldados de Gurlukovich que tentam vingar seu líder. Ocelot então explode o petroleiro com explosivos previamente instalados, mas não sem antes sequestrar o novo Metal Gear.

De repente, o braço direito de Ocelot começa a tremer. Nesse momento, ele passa a falar como se fosse Liquid Snake e provoca seu irmão. É revelado que Ocelot implantou o braço do falecido Liquid Snake depois do Incidente de Shadow Moses. Isso tem causado mudanças repentinas de comportamento, como se Liquid estivesse “possuindo” Ocelot. Liquid diz que Snake está se “afogando no tempo” e que conseguiu evitar esse destino e seguir vivo através do braço transplantado.

Fuga de RAY

Sob o controle de Liquid, Ocelot escapa no RAY, destruindo o petroleiro no processo com seu canhão hídrico. O naufrágio do navio resulta na morte de mais da metade dos soldados que estavam a bordo, assim como a aparente morte de Solid Snake.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória